Bombeiros Voluntários de Alcabideche




 

Comandante Flávio põe Autoridade de Protecção Civil na fogueira nos 134 anos dos Bombeiros da Covilhã

O comandante dos bombeiros acusa a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) de tentar destruir o voluntariado e de ser uma instituição “cheia de infiltrados”, numa alusão aos serviços florestais e à GNR.
Segundo José Flávio, “o director nacional [da ANPC] e o seu grupo não gostam dos bombeiros voluntários e tenta aniquilá-los”, afirmou o comandante no almoço dos 134 anos dos Bombeiros Voluntários da Covilhã assinalados domingo.
José Flávio defendeu o afastamento de Arnaldo Cruz da presidência da ANPC e acusou a Liga dos Bombeiros Portugueses de subserviência em relação ao Governo.

“A Liga dos Bombeiros Portugueses é subserviente em relação ao Governo e não é capaz nem sente força para defender o voluntariado”, prosseguiu o comandante.
“Diz que o defende mas são os seus serviços que mais o difamam”, acrescentou José Flávio sublinhando que a ANPC “é dominada” pelos serviços florestais e GNR.
“Essa gente não tem nada a ver com os bombeiros. Foram criados para guardar a floresta, fazer a limpeza e o seu policiamento” acrescentou.
“A floresta entrou numa anarquia completa. Caminhos não existem e os que existem estão danificados. A floresta é uma selva onde não se consegue entrar”, concluiu o comandante dos BVC.
Autor: José Palha Publicado em: 25-06-2009 13:24:30 (2691 Leituras, Votos 348)
Fonte: Kaminhos magazine
Imprimir    Enviar por e-mail    
Comente este artigo
Nome:  
e-mail:  
Comentário:  
   Desactivado temporariamente
 
 
 
 
Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alcabideche
Optimizado para resoluções de 800x600.
© 2000 - 2007 Todos os direitos reservados.